Rio de Janeiro

A Cidade Maravilhosa

Anunciando A Vinda do Filho do Altíssimo Jesus

Anunciando A Vinda do Filho do Altíssimo Jesus
O Criador de Todas As Coisas, O Filho Unigênito do Altíssimo, O Caminho, A Verdade e A Vida, Jesus O Rei do Universo Infinito

As Tábuas da Lei de Deus O Altíssimo

As Tábuas da Lei de Deus O Altíssimo
Y-H-W-H - Yahweh Eu Sou O Que Sou O Eterno e Supremo Senhor do Amor

Gênesis II - Give Glory The Lord

Cerimonial à Cidade Maravilhosa

Rio de Janeiro Tem Jeito Jesus Cristo

Rio de Janeiro Tem Jeito Jesus Cristo
A Cidade Maravilhosa Tem Jeito Com Jesus Cristo Nosso Eterno Senhor e Salvador

*** Cinelândia Câmara Municipal ***


*** Cinelândia Câmara Municipal ***

O volume pluviométrico acumulado anual é de 1.086 mm. As chuvas concentram-se nos meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março, tornando-se mais esparsas no período de junho a agosto. Abril e novembro apresentam números razoáveis, ainda que menores que os dos meses de maior pluviosidade. Em cerca de um terço dos dias (128), chove. Os meses de outubro, novembro e janeiro têm, em média, 13 dias nos quais se verifica a ocorrência de precipitações; dezembro, 14; fevereiro e setembro, 11; e junho, julho e agosto, 7. Todavia, o maior volume é observado em dezembro (137 mm), janeiro (125 mm), fevereiro (122 mm) e março (130 mm). Temporais não são incomuns no verão, os quais invariavelmente ocasionam vítimas, fatais ou não, sendo o motivo maior os deslizamentos nas encostas da cidade.

** Crescimento populacional **
A população estimada para o Rio de Janeiro pelo IBGE em 2007 foi de 6.093.472 habitantes na cidade e 11.571.617 na região metropolitana, o que o torna a segunda maior aglomeração urbana do Brasil,[1][45] terceira da América do Sul e 23ª do mundo.
** Região Metropolitana do Rio de Janeiro **
As taxas de incremento médio anual da população foram de 0,82% (2000-2005) e 0,75% (1991-2000) na cidade, e 1,05% (2000-2005) e 1,18% (1991-2000) na região metropolitana – o que indica, de modo geral, uma suave desaceleração na taxa de crescimento dos demais municípios do Grande Rio, e um pequeno aumento na taxa da capital.
** Setores em destaque **
No Rio estão sediadas as duas maiores empresas brasileiras – a Petrobras e a Vale –, o maior grupo de mídia e comunicações da América Latina – as Organizações Globo, e grandes empresas do setor de telecomunicações, como: Oi, TIM, Embratel, Intelig, Net (maior empresa multisserviços via cabo da América Latina) e Star One (maior empresa latino-americana de gerenciamento de satélites).
Evolução do Produto Interno Bruto (PIB)
Ano PIB (R$ 1000) PIB per Capita (R$)
2002 90.939.540 15.242
2003 95.680.944 15.923
2004 112.586.665 18.605
2005 118.979.752 19.525
No setor de petróleo, verifica-se um arranjo consentâneo de mais de 700 empresas, dentre as quais as maiores do Brasil (Shell, Esso, Ipiranga, Chevron Texaco, El Paso, Repsol YPF). A maioria mantém centros de pesquisa espalhados por todo o estado e, juntas, produzem mais de 4/5 do petróleo e dos combustíveis distribuídos nos postos de serviço do território nacional. A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) (maior siderúrgica da América Latina) e a filial brasileira da BHP Billiton exercem papel de destaque no setor de mineração.
O Rio de Janeiro herdou de seu passado uma forte vocação cultural. Atualmente, aglutina os principais Centros de Produção da TV Brasileira: o Projac da Rede Globo de Televisão, o RecNov da Rede Record e o Pólo de Cinema de Jacarepaguá – responsáveis pela geração de cerca de 10 mil empregos diretos e 30 mil indiretos. Em 2006, 65% da produção do cinema nacional foi realizada exclusivamente por estúdios cariocas, captando R$ 91 milhões em recursos federais através de leis de incentivo fiscal. Coca-Cola Brasil, Michelin, PSA Peugeot Citroën, Xerox do Brasil, GE Oil & Gas, Light, Chemtech, Transpetro, Souza Cruz (British American Tobacco), Previ, Grupo SulAmérica, Grupo Queiroz Galvão, Ponto Frio e Lojas Americanas compõem a lista das grandes companhias sediadas na cidade. Segundo dados da Associação Comercial do Rio de Janeiro, dos cerca de 250 laboratórios existentes no país, 80 operam no estado do Rio, sendo a maior parte na capital. Ênfase para Schering-Plough, GlaxoSmithKline, Sanofi-Aventis, Roche e Merck. A cidade reúne os principais grupos nacionais e internacionais do setor naval e os maiores estaleiros do país e do estado – o qual detém cerca de 90% da produção de navios e de equipamentos offshore no Brasil. O turismo confere mais do que um mero adendo à economia local, vez que, de todos os estrangeiros que visitam o país, 40% têm como destino a capital fluminense, atraídos por uma miríade de ícones culturais e paisagísticos – o que leva à criação de diversos postos de trabalho, robustecendo os setores comercial e de hotelaria. De acordo com um levantamento recente da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) para 2008, existem 32 estabelecimentos da categoria (segundo lugar no ranking), ou 8,7% do total nacional). Uma parcela significativa do parque gráfico-editorial brasileiro faz-se presente. Quanto à indústria fonográfica, figuram gigantes como EMI, Universal Music, Sony BMG, Warner Music e Som Livre.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Nenhum comentário:

Borboletas - A Transmutação dos Seres

Borboleta
Borboletas - A Transmutação dos Seres Vivos